Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Reino Unido quer eliminar a documentos em papel para reduzir o desperdício

Mäyjo, 16.09.13

Reino Unido quer eliminar a documentos em papel para reduzir o desperdício

O think thank Policy Exchange afirmou, num relatório, que o governo britânico está a desperdiçar milhares de milhões de libras ao trabalhar com documentação em papel nos seus serviços públicos. No artigo pode ler-se que, de modo a “transportar o governo para a era digital”, todas as suas actividades devem ser digitalizadas, eliminando-se o uso do papel.

O relatório destaca os resíduos envolvidos em operações como o Crown Prosecution Service, que imprime um milhão de folhas diariamente, e outras agências que imprimem formulários que poderiam ser totalmente digitalizados. Adoptar esta recomendação poderia levar a uma poupança de €83 mil milhões (R$ 250 mil milhões) até 2020.

Uma total transformação do governo para as tecnologias digitais também permitiria pôr fim ao fosso de produtividade entre os sectores público e privado, acrescenta o relatório. Segundo oEdie, o ministro do Cabinet Office, Francis Maude, diz que o relatório reconhece o “potencial extraordinário” desta alternativa.

“Estimamos que a mudança das transacções do governo para canais digitais possa economizar €1,4 mil milhões (R$ 4,3 mil milhões) até 2015. Isso proporcionará um melhor valor para as famílias trabalhadoras e melhores serviços públicos criados em torno das necessidades dos utilizadores. No futuro, todos os serviços do governo serão mais rápidos, práticos, ágeis e digitais”, disse Maude.

O director da Policy Exchange e autor do relatório, Chris Yiu, defende que “a mudança para o digital em tudo o que o governo faz geraria uma poupança de milhares de milhões de libras que poderiam ser usadas para reduzir o défice ou melhorar os serviços públicos”.

Uma pesquisa encomendada pela Two Sides, iniciativa que visa promover a produção e o uso responsável de impressões e papel por empresas da cadeia de fornecimento de comunicações gráficas, descobriu que 54% das empresas concorda que os registos em papel são mais sustentáveis e 68% entende que as impressões “são baseadas num recurso renovável”.

 

in: Green Savers